Blog

Grupo Renascença de Poções em reunião

21 Jan, 2018

Arte imagem da reunião do AA de Poções. Foto: Inácio Teixeira/Coperphoto

Alcoólicos Anônimos Grupo Renascença de Poções

Os Alcoólicos Anônimos (AA) são uma comunidade com carácter voluntário de homens e mulheres que se reúnem para alcançar e manter a sobriedade através da abstinência total de ingestão de bebidas alcoólicas.

Estes grupos autónomos que surgiram inicialmente em Akron, nos Estados Unidos da América tiveram a sua raiz em 1935 quando Bill Wilson, um corretor da bolsa de Nova Iorque, e Dr. Bob Smith, um cirurgião de Ohio com um grave problema de alcoolismo, decidiram criar uma comunidade de entreajuda para apoiar os que sofrem deste problema e para se manterem eles próprios sóbrios.

Na noite de hoje (20/01/2018), o grupo Renascença de Poções se reuniu para mais uma reunião de informação ao público, e contou com a presença do delegado estadual e do membro coordenador do setor, de uma psicóloga, membro de uma família de um dependente em recuperação, do representante da igreja católica, da medicina e do poder administrativo do município. Foi uma reunião com o objetivo de mostrar a sociedade a importância do AA na Cidade, grupo que completou 25 anos recuperando dependentes químicos, com reuniões às segundas, quintas e Sábados às 20 horas, na sede do Renascença na Rua Cel. Maneca Moreira número 66, aberta a todos que procuram ajuda.        Informações: site:Tv Povo por Inácio Teixeira.

Governo estadual faz pagamento antecipado de R$ 147,8 milhões aos mbs

30 Dec, 2017

Governo estadual faz pagamento antecipado de R$ 147,8 milhões aos municípios

Foto: Secom/ GOV-BA 

O governo do Estado anunciou nesta sexta-feira (29) que antecipou R$ 147,8 milhões do repasse do ICMS para os 417 municípios baianos. O valor foi depositado nesta quinta (28). De acordo com o governador Rui Costa, a antecipação, prometida por ele em novembro, foi um pedido dos prefeitos para auxiliar no fechamento das contas de 2017. De acordo com o calendário das transferências constitucionais, o dinheiro seria repassado apenas em janeiro. O governo também depositou antes do prazo o aporte de R$ 89,6 milhões ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), com recursos provenientes dos três impostos estaduais (ICMS, IPVA e ITD). A antecipação total de R$ 237,4 milhões foi possível após entendimento do Estado com o Banco do Brasil (BB) e diz respeito à arrecadação estadual entre os dias 23 e 27 de dezembro. Em 3 de janeiro serão repassadas as cotas relativas à arrecadação dos impostos estaduais no dia 28 de dezembro, último com expediente bancário em 2017. Entre os grandes municípios do estado, coube a Salvador o maior volume do ICMS antecipado: R$ 20,2 milhões. Outros repasses significativos contemplaram Feira de Santana (R$ 6,3 milhões), Vitória da Conquista (R$ 2,5 milhões), Itabuna (R$ 1,9 milhão), Ilhéus (R$ 1,7 milhão) e Juazeiro (R$ 1,7 milhão). “Tendo em vista o cenário econômico ainda muito desafiador para todas as esferas da administração pública, a antecipação reforça o caixa dos municípios na virada de ano”, afirma o secretário da Fazenda do Estado, Manoel Vitório.                          informações: Bahia Noticias

Consumidores não terão que pagar taxa extra na conta de luz em janeiro

30 Dec, 2017

Consumidores não terão que pagar taxa extra na conta de luz em janeiro, diz Aneel

Foto: Reprodução / Moreira Net -por Anne Warth ¦ Estadão Conteúdo

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que as contas de luz terão bandeira verde no mês de janeiro. Com isso, os consumidores não terão que pagar taxa adicional no próximo mês. Em dezembro, vigorou a bandeira vermelha em seu primeiro patamar, cuja taxa é de R$ 3,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. A mudança da bandeira foi possível em razão do aumento das chuvas nas últimas semanas, que ajudaram a recuperar o nível dos reservatórios das hidrelétricas. "O acionamento dessa cor indica condições favoráveis de geração hidrelétrica no Sistema Interligado Nacional (SIN). Mesmo com a bandeira verde é importante manter as ações relacionadas ao uso consciente e combate ao desperdício de energia elétrica", informou a Aneel. O sistema de bandeiras tarifárias leva em consideração o nível dos reservatórios das hidrelétricas e o preço da energia no mercado à vista (PLD). Essa metodologia está em audiência pública e pode ser alterada no início de 2018. No novo sistema, a bandeira verde continua sem taxa extra. Na bandeira amarela, a taxa extra é de R$ 1,00 a cada 100 kWh. No primeiro patamar da bandeira vermelha, o adicional é de R$ 3,00 a cada 100 kWh. E no segundo patamar da bandeira vermelha, a cobrança é de R$ 5,00 a cada 100 kWh. O sistema de bandeiras tarifárias é uma forma diferente de cobrança na conta de luz. O modelo reflete os custos variáveis da geração de energia. Antes, esse custo era repassado às tarifas uma vez por ano, no reajuste anual de cada empresa, e tinha a incidência da taxa básica de juros, a Selic. Agora, esse custo é cobrado mensalmente e permite ao consumidor adaptar seu consumo e evitar sustos na conta de luz.                                              Informações do Bahia Noticias

Anunciantes